19 Novembro, 2020

Curriculum Isabel Ferro


Nascida na cidade do Porto, iniciou os seus estudos musicais em 1991. Estudou percussão no Conservatório de Música do Porto, na Escola Profissional de Música de Espinho e na Universidade de Aveiro, com os professores Joaquim Alves, Mário Teixeira, Paulo Oliveira, Pedro Carneiro e Miguel Bernat. Frequentou o VIII Curso de Formação de Animadores Musicais organizado pelo Serviço Educativo da Casa da Música, onde trabalhou com Paul Griffiths, Pete Letanka, Tim Steiner, Sam Mason e Duncan Chapman.
Participou em masterclass e workshop com Elisabeth Davis, Jan Putjens, Ricardo Fernandes, Kroumata Percussion Ensemble, Emmanuel Séjourné, Ney Rosauro, Oliver Peligri, Denis Riedinger, Philippe Spiesser, N. J. Živković, Kuniko Kato, Mark Ford, Duo Ello, Katarzyna Mycka, Christian Dierstein, Pedro Carneiro, Chin Cheg Lin, Manuel Rangel, Miquel Bernat, Nuno Aroso, Bogdan Bacanu (Wave Quartet), Peter Vulperhorst, Hans Zonderop, Nick Woud, Mariano Steimberg, Jeffrey Davis, Wojciech Herzyk, Ji Hye Jung, Svet Stoyanov, Joaquim Alves, Fillipo Latanzi, Pedro Oliveira, Mário Teixeira, Claire Litzler, Angel Frette, Marc Miralta, Chin Cheng Lin, Javier Nandaypa, Mguel Cruz, Nancy Zeltsman, Francesca Santangelo, Tamborina Ensemble, Ivana Bilic, Ludwig Albert, Joana Peres, Raquel Cruces.
Colaborou como artista convidada na Orquestra Regional do Norte, Orquestra Clássica do Porto, Orquestra Clássica da Madeira, Orquestra Filarmonia das Beiras, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Remix Ensemble e Orquestra Nacional do Porto, onde trabalhou com os maestros Ferreira Lobo, Meir Minsky, Ivo Cruz, António Lorenço, Duarte Neves, Cesário Costa, Vitorino d’Almeida, Augusto Mesquita, Julius Michausky, Alberto Roque, Vasco Pearce Azevedo, Ernest Schelle, Jean-Marc Durfin, Luc Brewaeys, Beat Furrer, Miguel Graça Moura, Rui Massena, Sebastien Tewinkel, Roberto Canetti, Daniel Scheweizer, Martin André, Arvo Volmer, Marc Tardue, Stefan Asbury , Peter Rundel, Martin André, Osvaldo Ferreira, Cesário Costa, Arvo Volmer, Christoph König, Joana Carneiro, Michael Zilm, Joseph Swensen, Takuo Yuasa, Olari Elts e Andris Nelsons.
Participou em diversos concertos de Música de Câmara dos quais se destacam o V Festival Internacional de Órgão de Braga, Ciclo de Concertos Palácio Nacional de Mafra, Metamorfoses da Terra, 4º Edição do DDD (Festival Dias da Dança) com a estreia nacional de BEHALF de Pichet Klunchun e Wu-Kang Chen.
Participou, com trechos musicais, em Anjo de Henry Nailor, com encenação de Ángel Fragua.
Foi membro fundador do grupo de percussão Inter-Percussões (formado por alunos da Universidade de Aveiro), com quem realizou inúmeros concertos em Festivais de Música, em Portugal e no estrangeiro. É membro do grupo Mistério da Cultura, com quem realizou projetos como Concerto para um viajante sem bagagem, Tertúlias/Concerto com Fernando Lapa e João Negreiros, Bendita, a Bruxa Má – com encenação de João Negreiros, desenho de luz de Ángel Fragua e composição de Fernando Lapa, Fuga de Bacho n.º 4 – com encenação de Ángel Fragua e composição de Fábio Videira.
De 2010 a 2018 apresentou trabalhos de criação musical no Festival Internacional de Percussão-TOMARIMBANDO, com alunos do Conservatório Regional de Vila Real e Conservatório de Música do Porto. Deste trabalho pedagógico destacam-se trabalhos como A poesia da música – recitação de poesia (realizada pelos alunos), com acompanhamento de marimba e vibrafone (música composta pelos alunos); O Circo da Lua – adaptação do texto de André Gago, com música de Ângela da Ponte; Step by Step – música, imagem e eletrónica, composição e eletrónica de Ângela da Ponte; Homenagem a Queen – arranjos e adaptações de Isabel Da Silva Ferro; Percussão vs Percutir – percussão (convencional e não convencional), música tradicional portuguesa e eletrónica; Made in Portugal – projeto de criação musical e teatral, baseado nas ideias musicais de E. Séjourné adaptando-as a temas da música tradicional portuguesa; Thunder Percussion – adaptação de músicas do grupo Imagine Dragons, com eletrónica, percussão (não convencional) e movimento.
Realizou Masterclass no I e II Curso de Aperfeiçoamento Musical em Ponte de Lima e nos Cursos de Aperfeiçoamento de Paços de Brandão. No ano 2018 e 2019 realizou masterclass no Curso de Aperfeiçoamento da NCM (New Concept Music).
Foi orientadora orquestral nos Cursos Regionais do INATEL em Viseu, IV e V Estágios de Orquestra de Sopros/Curso de aperfeiçoamento em Amarante e Festival de Música Júnior em Montalegre (edição de 2014).
Participou em formações sobre diferentes abordagens pedagógicas no ensino, das quais se destacam Curso de Análise Evolutivo do Modelo Pedagógico do MEM (Movimento da Escola Moderna), Tecnologia na sala de aula (integrado no serviço da Casa da Música Formar na Digitópia), Inovar_Integrar_Desenvolver (integrado no âmbito do Plano Integrador e Inovador de combate ao insucesso escolar da Área Metropolitana do Porto), Trends in International Education orientado por Mary Burns, Desafios da autonomia e flexibilidade curricular – refletindo sobre a política para a igualdade de oportunidades (organizado pelo Observatório da Vida nas Escolas do CIIE – Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação daUniversidade do Porto-FPCEUP), REGAP – Reducing the Educational Gap for Migrants and Refugees in EU Countries (organizado pela FPCEUP), Política Internacional: democracia, populismo e extrema-direita (organizado pela FENPROF).
Em 2019 fez parte do Programa de Aceleração de Impacto em Inovação Social – AMPLIFICA, onde se participou com o projeto Crescendo.pt. No mesmo ano e paralelamente a esta formação, realizou uma Pós-graduação em Leitura, Aprendizagem e Integração das Bibliotecas nas Atividades Educativas, na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP). Neste contexto, apresentou o projeto Palavras com Arte (projeto realizado no âmbito da Pós-Graduação) no VI Seminário Internacional de Observatório de Educação e Formação – Desafios da autonomia e flexibilidade curricular: refletindo sobre a política para a igualdade de oportunidades na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP), no V Simpósio Internacional de Formação de Professores – Múltiplos olhares para a autonomia e flexibilidade curricular na Escola Superior de Educação Paula Frassinetti e no 4º Congresso Internacional da Criança e do Adolescente – ICCA (International Conference on Chilhood and Adolescence) no Ramada by Wyndham Lisbon, com organização da EventQualia, SPS e SPECAN e no V Encontro Internacional Formação na Docência – INCTE’20 (International Conference on Teacher Education), organizado pelo Instituto Politécnico de Bragança. Fez também a apresentação do projeto Palavras com Música no XV Congresso SPCE (Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação, organizado pela SPCE, FPCEUP, CIIE, ESSE e U. Católica. Inscrita na formação OBVIE-CIIE (2020): Desafios da avaliação pedagógica na Escola Portuguesa e no Programa Doutoral em Ciências da Educação na FPCEUP.
Leciona Conservatório de Música da Maia e New Concept Music. É membro fundador e presidente da Mesa da Assembleia Geral da Associação Cultural Enigma.