28 Janeiro, 2019

Curriculum Fernando Cruz


Nascido a 26 de Março de 1998, Fernando Manuel Lopes da Cruz, natural de Nogueira da Regedoura, concelho de Santa Maria da Feira, começou os seus estudos musicais aos 4 anos de idade na Academia de Música de Espinho. Iniciou o ensino de piano aos 6 anos, onde estudou com Ana Paula Fernandes, Marina Pereira e Fausto Neves, tendo concluído o 8º Grau de piano na Academia de Musica de Paços de Brandão com a classificação máxima de 20 valores. É detentor de vários prémios em prestigiados concursos nacionais e internacionais de piano: Concurso “Marília Rocha” 2007 – 2º prémio; Concurso “St. Cecília” 2009 – 3º prémio; Concurso “Paços Prémio” 2013 – 1º prémio; Concurso “Elisa de Sousa Pedroso” 2014 – 2º prémio; Concurso de piano da Póvoa de Varzim 2016 – 2º prémio; Concurso internacional de piano do Alto Minho 2018 – 1º prémio. Participou desde 2006 até 2011 no concurso de piano da Academia de Música de Espinho, tendo obtido sempre o 1º prémio, e em 2010 foi congratulado com o Prémio de Mérito da mesma academia. Já trabalhou com inúmeros mestres do piano salientando-se Constantin Sandu, Serghei Covalenco, Carles Lama, Álvaro Teixeira Lopes, Fernando Pujol, Miguel Borges Coelho, Letizia Michelson, Kristina Miller e Heribert Koch.
Em 2016 ingressou na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo no Porto, para integrar a classe do professor Pedro Burmester. Estudou também composição com Telmo Marques e Daniel Moreira, música de câmara com Carlos Azevedo e direção coral com Barbara Francke. Já se apresentou como solista em recitais nomeadamente no Teatro Valadares em Caminha, integrou eventos tais como “Piano Oporto” e “100 teclistas para dona Helena” na Casa da Música, apresentou-se também em duo com o violinista Jacinto Neves na Concatedral de Mirando do Douro, e já gravou em CD a convite do projeto musical “Musicolorum”. Integrou também estágios corais com destaque para a interpretação da obra Guree-Lieder de Arnold Schoenberg com o coro e orquestra sinfónica do Porto Casa da Música, sob a direção de Stefan Blunier. Paralelamente ao estudo do piano, desenvolveu também interesse e estudo pelo órgão, recebendo aulas do organista Rui Soares, sendo que para além de assumir funções de organista litúrgico, participa com alguma regularidade enquanto solista nos concertos diários de órgão na Torre dos Clérigos no Porto, e em concertos com agrupamentos musicais, nomeadamente com o coro “Musicam Sacram” e com o quarteto vocal “Guadium Vocis”.
Atualmente prossegue os seus estudos de piano na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo no Porto sob a orientação do professor Pedro Burmester, e assume as funções de pianista acompanhador na Academia de Música de Paços de Brandão.