Curriculum Cláudia Torres


 Cláudia Torres nasceu em 1987 no Porto. Em 1998 iniciou os estudos de Fagote na Escola Profissional Artística do Vale do Ave – ARTAVE na classe do Prof. Paulo Martins. Durante os seus estudos foi diversas vezes 1ª Fagote na Orquestra ARTAVE, atuou em concertos em Portugal e Espanha. Com esta orquestra apresentou-se como solista também, interpretando o Concerto em Mi m de A. Vivaldi. Foi 1ª Fagote na Orquestra APROARTE  na 4ª e 5ª edição com o maestro Ernst Schelle e na Orquestra de Sopros dos Templários com o maestro Alberto Roque.  Prosseguiu os seus estudos musicais na classe do Prof. Paulo Martins no Instituto Piaget – Viseu.
 Participou em masterclasses orientadas por Bertrand Raloux, Gunter Pfitzenmaier, Henning Trog, Hugues Kestmann, João Brito, Carolino Carreira, Paulo Martins e Pierre Olivier Mertens.
Colaborou com diversas orquestras entre as quais, Orquestra Gulbenkian, Orquestra ESART, Orquestra da Universidade do Minho, Orquestra Sinfónica Banda de Jovens de Santa Maria da Feira e Banda Sinfónica Portuguesa. Colabora desde 2006 com a Orquestra Filarmonia das Beiras.
Em 2013 apresentou-se a solo com o músico Miguel Araújo na apresentação do disco de estreia “Cinco Dias e Meio” na Casa da Música e desde então tem vindo a participar em vários projectos. Em 2016 gravou o tema “Será Amor” para o filme “Canção de Lisboa”.
Orientou vários cursos de aperfeiçoamento e actualmente é professora de Fagote na Academia de Música de Castelo de Paiva, Escola de Música de Perosinho e na Academia de Santa Maria da Feira.
É Mestre em Ensino da Música pela Universidade de Música de Aveiro.